Mostrando postagens com marcador Em defesa da Família. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Em defesa da Família. Mostrar todas as postagens

24 de jun de 2012

Domingo, dia do Senhor, Páscoa da semana

"O homem, enquanto imagem de Deus, é chamado também ao descanso e à festa. A narrativa da criação termina com estas palavras: «Concluída, no sétimo dia, toda a obra que tinha feito, Deus repousou, no sétimo dia, de todo o trabalho por Ele realizado. Deus abençoou o sétimo dia e santificou-o» (Gn 2, 2-3). Para nós, cristãos, o dia de festa é o Domingo, dia do Senhor, Páscoa da semana. É o dia da Igreja, assembleia convocada pelo Senhor ao redor da mesa da Palavra e do Sacrifício Eucarístico, (...) para nos alimentar d’Ele, entrar no seu amor e viver do seu amor. É o dia do homem e dos seus valores: convivência, amizade, solidariedade, cultura, contato com a natureza, jogo, desporto. É o dia da família, em que se há-de viver, juntos, o sentido da festa, do encontro, da partilha, também com a participação na Santa Missa. Queridas famílias, mesmo nos ritmos acelerados do nosso tempo, não percais o sentido do dia do Senhor! É como o oásis onde parar para saborear a alegria do encontro e saciar a nossa sede de Deus."

Papa Bento XVI (Homilia, 03/06/2012).

13 de mai de 2012

Maria, a Anticomunista

Na aparição de Nossa Senhora a Lúcia, Jacinta e Francisco, no ano de 1917, a Santíssima Virgem lhes revelou então que a Rússia espalharia seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja; que o Santo Padre teria muito que sofrer; que várias nações seriam aniquiladas. Mas que, “por fim, o meu Imaculado Coração triunfará”.

Os erros do comunismo aí estão, à vista de todos, consubstanciados no laicismo avassalador e ateizante; na impiedade e na imoralidade desbragadas, demolidoras da inocência e do sustentáculo da sociedade que é a instituição familiar; na negação e violação permanente da propriedade privada, corolário da família e indissociável ao progresso; na perseguição implacável e sob diversos pretextos a todos aqueles que se oponham aos perversos seus desígnios.

Referência: 13 de Maio: Fátima e os erros do comunismo

18 de mar de 2012

A VERGONHA CATÓLICA: os teólogos da corte, da ideologia socialista

Se o povo soubesse como é que se produz teologia nesse país, como é que se produz discurso eclesiástico nesse país... Não é um discurso baseado no Evangelho e na fidelidade a Jesus Cristo. É um discurso baseado nos interesses do príncipe, do partido que nos governa... (Pe. Paulo Ricardo.)

48 - Parresía: Teólogos da corte